Na Mesa de Cabeceira: O museu da inocência, de Orhan Pamuk

É um livro, mas também é um museu. Ricardo Viel traz dica de literatura com dica de viagem no #PrimeiroCafe.

O primeiro romance escrito por Ortan Pamuk depois de ganhar o prêmio Nobel, “O museu da inocência” foi a dica do jornalista e escritor Ricardo Viel no quadro Na Mesa de Cabeceira desta quarta-feira (12).

Viel conta também os bastidores da construção de uma história e de um museu em Istambul que dá vida aos objetos do livro.

_ Ele começou a comprar objetos que faziam parte do livro. E depois, ele comprou um edifício de três andares e construiu um museu que conta a história do livro, conta.

O Museu da Inocência, organizado como lembrança de um caso de amor vivido por um homem trinta anos antes, em Istambul, transforma a história em um microcosmo dos dilemas sociais e morais pelos quais a Turquia passava nos anos 1970.

_Você pode ir fisicamente visitar o museu que tem os objetos que aparecem no livro, recomenda.

Ouça na íntegra na edição 89 do Primeiro Café:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s