Direita perde na eleição da Assembleia Constituinte do Chile

Socióloga Ana Prestes comentou no #PrimeiroCafe o resultado da eleição dos representantes populares que vão redigir a nova Constituição do país

Independentes e opositores saíram vitoriosos na eleição da Assembleia Constituinte do Chile realizada no final de semana. A votação é resultado dos protestos populares de 2019 que, entre outras demandas, pediam a substituição da atual Constituição do país que data da ditadura de Augusto Pinochet.

_A grande comemoração é por quem perdeu. Aquela ultradireita conservadora e pinochetista e também uma direita neoliberal mais arraigada perderam na eleição da Assembleia Constituinte, comentou Ana Prestes.

Ouça na íntegra na edição 92 do Primeiro Café:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s