O que rolou na CPI da Covid essa semana?

Ernesto Araújo e Eduardo Pazuello prestaram depoimentos e foram acusados de mentir pelos senadores.

Na terça-feira, o ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, disse que jamais provocou desavenças com o governo chinês.

Na verdade ele chamou o coronavírus de “comunavírus” e discutiu com o embaixador da China no Brasil.

Na edição 94 do Primeiro Café destacamos o sabão que a senadora Kátia Abreu deu no ex-Ernesto:

Na quarta-feira começou o depoimento do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. O general da ativa compareceu sem uniforme, mas com terno e gravata. O primeiro dia terminou quando a sessão do Senado começou e Pazuello teve um mal-estar.

O piripaque do Pazuello foi o assunto da edição 95 do Primeiro Café:

Na quinta-feira, Pazuello voltou à CPI e saiu de lá com o título de “campeão das mentiras”.

O general tentou proteger o presidente e só deixou escapar que o presidente estava na reunião que decidiu que o Governo Federal não iria intervir na saúde pública do Amazonas durante o colapso da falta de oxigênio.

Ele também culpou o governo do Amazonas pela crise. Sobre o aplicativo TratCov, lançado pelo ministério e que indicava o inexistente tratamento precoce, Pazuello disse que o aplicativo foi roubado por um hacker.

Na edição 96 do Primeiro Café comentamos a semana na CPI da Covid e destacamos o momento insólito quando Pazuello confundiu o sobrenome Coronel, do senador Angelo Coronel, com uma patente militar:

A Rachel Cor quer saber:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s