Capitã Cloroquina reafirma à CPI que viu “pênis” na Fiocruz

Mayra Pinheiro confirmou ao senador Randolfe Rodrigues que viu um pênis inflável na porta da Fiocruz. Recebemos a linguista Letícia Sallorenzo no #PrimeiroCafé para avaliar os discursos na CPI.

Foi o assunto do dia na internet. A secretária do Ministério da Saúde conhecida como Capitã Cloroquina dizia, em um áudio, que viu um pênis na porta da Fiocruz, que todos os tapetes têm a cara do Che Guevara e que as paredes estão cheias de adesivos Lula Livre.

Ao ser confrontada com o áudio, Mayra Pinheiro reafirmou, para espanto dos senadores, que viu um pênis inflável na porta da Fiocruz por ocasião de alguma data comemorativa.

O presidente da CPI, Omar Aziz, tentou ajudar a Capitã Cloroquina, afirmando que ela falou “tênis”. Mas a própria confirmou que se tratava de um órgão sexual masculino.

A linguista Letícia Sallorenzo foi a nossa convidada na edição 99 do Primeiro Café e avaliou os discursos dos governistas na CPI.

_Qual é o objetivo desse discurso fálico? Em primeiro lugar, você aciona uma pauta conservadora em uma galera já previamente acionada. Você já deixa essa galera de prontidão dizendo que os seus inimigos são pessoas depravadas etc. Quando você começa a ressaltar detalhes desse tipo você reforça a ideia de depravação do inimigo entre os seus apoiadores, explicou Letícia.

Ouça na edição 99 do Primeiro Café:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s