Daniel Munduruku: ataques contra territórios indígenas são como uma nova colonização

Escritor conversou com o Primeiro Café ao vivo nesta terça-feira e comentou a onda de ataques de garimpeiros ilegais contra o povo Munduruku, no Pará

Autor de mais de 50 livros infanto-juvenis, o escritor Daniel Munduruku refletiu sobre o momento de ataques contra o seu povo no Pará.

_Essas invasões todas de territórios indígenas são como uma nova colonização. É uma tentativa de manter os povos indígenas na margem da sociedade. Acontece que os indígenas estão, como sempre, defendendo o patrimônio imaterial importante, disse.

Ele comentou também sobre os recentes protestos contra o governo Bolsonaro.

_Nós precisamos de uma consciência crítica que nos permita nos observar como seres capazes da mudança e da transformação, disse.

O escritor lembrou que a Constituição de 1988 colocou no papel os direitos dos povos indígenas, mas isso não foi suficiente.

_O Brasil é um país muito criativo na hora de escrever leis, mas é muito pouco criativo na hora de cumpri-las, argumentou o professor.

Ouça na edição 104 do Primeiro Café:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s