Perpétua Almeida apresenta proposta para barrar militares em cargos no governo

Deputada federal do Acre foi entrevistada na edição desta quinta-feira do Primeiro Café e falou sobre a proposta.

A deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) apresentou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para estabelecer regras para que militares da ativa ocupem cargos no governo federal.

O governo Bolsonaro tem mais de 6 mil militares em cargos diversos. Só no Ministério da Saúde são, pelo menos, 20. Pelas regras propostas pela deputada, o general Eduardo Pazuello, por exemplo, não poderia ter assumido o Ministério da Saúde.

A parlamentar conseguir a assinatura de outros 189 deputados, 18 a mais da quantidade mínima necessária. Ela comemora que conseguiu assinaturas de colegas de todos os partidos.

_É imperativo constitucional que as Forças Armadas se mantenham apolíticas, como instituições de Estado que são, comenta a deputada federal.

Além do apoio suprapartidário, a PEC conquistou apoio de cinco ex-ministros da Defesa. Os ex-ministros Nelson Jobim (governos Lula e Dilma), Celso Amorim, Jaques Wagner e Aldo Rebelo (os três no governo Dilma) e Raul Jungmann (governo Temer).

Ouça na edição #134 do Primeiro Café:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s