Coordenador do Judeus Pela Democracia fala sobre foto de Bolsonaro com neta de ministro nazista

Guilherme Cohen foi o entrevistado da edição desta terça-feira do Primeiro Café e comentou as mais recentes associações do bolsonarismo com a extrema-direita alemã.

O psicólogo Guilherme Cohen coordena o movimento Judeus Pela Democracia e comentou o mais recente escândalo que aproxima o governo Bolsonaro de figuras neonazistas.

_Esse não é um caso isolado. Desde o início do governo vimos casos de inspirações muito claras, que não estavam nem nas entrelinhas, que mostram com muita clareza o quanto esse governo tem inspirações no nazismo, diz Cohen.

Guilherme diz que “não só como judeus, mas como seres humanos e como brasileiros, vimos com muita tristeza e com muita indignação esse caso mais recente”.

O coletivo Judeus Pela Democracia foi fundado em 2018 com o objetivo de ser um contraponto aos judeus que apoiaram a candidatura de Jair Bolsonaro à presidência e vem lutando contra a apropriação de símbolos judaicos e de Israel pelo bolsonarismo.

_Nascemos a partir de um grupo de parte da comunidade judaica no Brasil se sentia revoltada com o senso comum que tentava mostrar que apoiávamos a candidatura do então deputado Bolsonaro, conta.

Ouça na edição #142 do Primeiro Café:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s