#272 Negacionismo atrasa adaptação às mudanças do clima

Tragédias como a chuvarada que destruiu Petrópolis, no Rio de Janeiro, as recentes catástrofes climáticas em Minas e na Bahia, e a seca no Sul têm algo em comum na opinião da maioria dos cientistas: esses eventos climáticos extremos são resultado da aceleração do aquecimento global pela ação do homem.

E eles alertam que tragédias como essas serão cada vez mais frequentes. Por isso, nas conferências do clima se fala muito em adaptação. São as medidas que deveríamos tomar agora para minimizar os impactos desse novo normal do clima.

Mas se todo mundo sabe que essas tragédias vão acontecer com mais frequência, por que não estamos preparados?

O negacionismo climático atrapalhou tudo. Embora pesquisas mostrem que a maioria da população não concorda com o negacionismo das mudanças climáticas, quem deveria tomar as decisões são os políticos.

As medidas de adaptação, que os governos deveriam tomar com urgência há anos, foram esquecidas à medida em que negacionistas de tudo chegaram ao poder.

Quer receber a nossa curadoria de notícias?
Assine a newsletter diária! Deixe aqui seu e-mail:

Processando…
Sucesso!

O Primeiro Café é um podcast de notícias diário e ao vivo. Você pode ouvir e participar de segunda a sexta às 8h (horário de Brasília). Depois das 9h, o programa fica disponível nos seguintes tocadores:

Spotify
Apple
Google
Deezer
iHeartRadio
Castbox
Podcast Addict
Podchaser
YouTube

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s