#320 Atos de 1º de maio reforçam polarização Lula x Bolsonaro

Os atos de 1º de maio realizados ontem tiveram público abaixo do esperado tanto nas manifestações das centrais sindicais com Lula quanto nos protestos dos golpistas com Bolsonaro. O baixo público deixa evidente que, neste momento, a cinco meses do dia 2 de outubro, só políticos, jornalistas e militantes muito apaixonados só pensam naquilo: a eleição.

Mas os atos do Dia do Trabalho e dos trabalhadores e das trabalhadoras também deixaram outros indicativos. O principal ficou evidente nas telas divididas das televisões de notícias durante todo o domingo. De um lado, o ato com Lula, de outro, com Bolsonaro. A tal polarização está consolidada e, de agora até outubro, a discussão vai ser entre defensores e detratores desses dois personagens.

Lula vai ter que redobrar o cuidado com o que fala. No final de semana ele se envolveu em uma polêmica por causa de uma gafe cometida no sábado. Lula disse que Bolsonaro gosta mais de policial do que de gente, o trecho foi repercutido fortemente pelos bolsoanristas e o ex-presidente usou o ato do 1º de maio para pedir desculpas e fazer um carinho desproporcional nas polícias.

Os atos de ontem também evidenciam o caráter golpista de parte importante dos eleitores do Bolsonaro. Eles voltaram a pedir o fechamento do STF e intervenção militar. O presidente chegou a ir ao ato em Brasília, mas desistiu de discursar porque pegaria mal. Sem contar o sósia do vicking do Capitólio que apareceu em uma manifestação no Rio de Janeiro, indicando que a ideia dos bolsonaristas, quando derrotados, é mesmo copiar o que fizeram os apoiadores de Trump nos Estados Unidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s