É o fim da Era Netanyahu em Israel?

Aliança inédita entre partidos de direita, centro e esquerda pode encerrar período de 12 anos de Benjamin Netanyahu como primeiro-ministro de Israel.

Na edição desta quarta-feira, conversamos com o João Miragaya, editor do site Conexão Israel e participante do podcast Do Lado Esquerdo do Muro. Ele explicou o contexto político do país.

Os oponentes do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu têm apenas algumas horas para anunciar um acordo sobre um novo governo. As negociações continuaram até tarde da noite ontem.

_A verdade é que está muito indefinido. Existe grandes chances de terminarmos o dia sem acordo entre os 8 partidos que formariam esse governo que está sendo chamado de governo de mudança, comentou João.

As negociações reuniram em 3 dias as equipes dos principais líderes da esquerda, do centro e de parte da direita, incluindo o Yamina, do líder da extrema-direita Naftali Bennett, que deve ser o primeiro premiê como parte de um rotação no poder com Yair Lapid.

Se um novo governo for formado, isso evitaria a realização da quinta eleição em pouco mais de dois anos. 

Supostamente, eles fizeram um progresso significativo durante a noite, com quase todos os acordos de coalizão finalizados, incluindo com o partido Azul e Branco, do Benny Gantz, que na quarta-feira deu sua aprovação oficial para Lapid formar um governo.

Ouça na edição 104 do Primeiro Café:

Daniel Munduruku: ataques contra territórios indígenas são como uma nova colonização

Escritor conversou com o Primeiro Café ao vivo nesta terça-feira e comentou a onda de ataques de garimpeiros ilegais contra o povo Munduruku, no Pará

Autor de mais de 50 livros infanto-juvenis, o escritor Daniel Munduruku refletiu sobre o momento de ataques contra o seu povo no Pará.

_Essas invasões todas de territórios indígenas são como uma nova colonização. É uma tentativa de manter os povos indígenas na margem da sociedade. Acontece que os indígenas estão, como sempre, defendendo o patrimônio imaterial importante, disse.

Ele comentou também sobre os recentes protestos contra o governo Bolsonaro.

_Nós precisamos de uma consciência crítica que nos permita nos observar como seres capazes da mudança e da transformação, disse.

O escritor lembrou que a Constituição de 1988 colocou no papel os direitos dos povos indígenas, mas isso não foi suficiente.

_O Brasil é um país muito criativo na hora de escrever leis, mas é muito pouco criativo na hora de cumpri-las, argumentou o professor.

Ouça na edição 104 do Primeiro Café:

4 dicas para melhorar o preparo do seu café em casa

Na edição 100 do Primeiro Café conversamos com o coffee expert Daniel Carvalho.

1 – Comece por um bom café!

Preocupe-se com a qualidade do café que você consome. Procure os nomes dos produtores: 98% do café brasileiro é produzido por pequenos produtores e você deve prestar atenção à origem do café.

2 – Qual água você utiliza?

95% da sua xícara de café é água! Nunca use água da torneira pela grande quantidade de cloro. Utilize água mineral ou filtrada.

3 – Escalde o filtro

Se você usa o filtro de papel, passe água quente antes do preparo do café para tirar o gosto do papel. O filtro deixa um pouco de resíduo na bebida.

4 – Prefira café moído na hora

Moer o café na hora do preparo faz com que os sabores e aromas fiquem mais puros e você tenha uma experiência inesquecível.

_É uma experiência que muda a vida, diz o coffee expert Daniel Carvalho.

Ouça na edição 100 do Primeiro Café: